Blog

7 dicas de como poupar energia no dia-a-dia

2024-04-23
7 dicas de como poupar energia no dia-a-dia

7 dicas de como poupar energia no dia-a-dia

2024-04-23 Público em Sustentabilidade | Partilhar
            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => Descubra neste artigo dicas para poupar energia elétrica com as recomendações da Bling Energy. Domine a arte de conservar energia e reduzir custos com os nossos conselhos personalizados, elaborados para ajudá-lo a prosperar enquanto diminui o seu consumo energético.
    [media] => 
)
    

Descubra neste artigo dicas para poupar energia elétrica com as recomendações da Bling Energy. Domine a arte de conservar energia e reduzir custos com os nossos conselhos personalizados, elaborados para ajudá-lo a prosperar enquanto diminui o seu consumo energético.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

1. Use lâmpadas LED e economizadoras de energia



Uma vez que consomem menos energia e têm um tempo de vida útil maior, este tipo de lâmpadas podem chegar a poupar até 80% na sua fatura de eletricidade. As lâmpadas LED não contêm materiais pesados nem um reator (limitador de corrente elétrica muito comum nas lâmpadas fluorescentes) e não emitem raios infravermelhos e ultravioleta, sendo mais ecológicas e seguras. Já as lâmpadas economizadoras, ou fluorescentes, geram luz através dos gases inertes a baixa pressão que ionizam, ou seja, adquirem carga elétrica, quando entram em contacto com a corrente elétrica.


Comparando às tradicionais lâmpadas incandescentes, as LED têm uma durabilidade, pelo menos, 25 vezes superior, possuindo um tempo de vida útil que ronda as 20 e 45 mil horas e poupa cerca de 80% de energia elétrica. As lâmpadas fluorescentes duram entre 6 e 15 mil horas, o que se reflete numa vida útil até seis vezes maior e economiza até 75% de energia elétrica.


Ao escolher lâmpadas LED ou fluorescentes, não só está a iluminar a sua casa de forma mais eficiente, mas também a contribuir significativamente para poupar energia e reduzir os custos associados.

[media] => )

1. Use lâmpadas LED e economizadoras de energia



Uma vez que consomem menos energia e têm um tempo de vida útil maior, este tipo de lâmpadas podem chegar a poupar até 80% na sua fatura de eletricidade. As lâmpadas LED não contêm materiais pesados nem um reator (limitador de corrente elétrica muito comum nas lâmpadas fluorescentes) e não emitem raios infravermelhos e ultravioleta, sendo mais ecológicas e seguras. Já as lâmpadas economizadoras, ou fluorescentes, geram luz através dos gases inertes a baixa pressão que ionizam, ou seja, adquirem carga elétrica, quando entram em contacto com a corrente elétrica.


Comparando às tradicionais lâmpadas incandescentes, as LED têm uma durabilidade, pelo menos, 25 vezes superior, possuindo um tempo de vida útil que ronda as 20 e 45 mil horas e poupa cerca de 80% de energia elétrica. As lâmpadas fluorescentes duram entre 6 e 15 mil horas, o que se reflete numa vida útil até seis vezes maior e economiza até 75% de energia elétrica.


Ao escolher lâmpadas LED ou fluorescentes, não só está a iluminar a sua casa de forma mais eficiente, mas também a contribuir significativamente para poupar energia e reduzir os custos associados.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

2. Desligue a luz e os aparelhos elétricos se já não está a utilizá-los



Não deixe as luzes da sua casa acesas quando não precisar mais da sua iluminação. O mesmo vale para os aparelhos elétricos, como aquecedores, ar condicionado, impressoras e computadores. Desligue-os e desconecte-os da fonte de alimentação e evite deixá-los em standby, caso contrário continuarão a consumir energia. Esta simples prática não só beneficia o meio ambiente, como também o ajuda a poupar energia.

[media] => )

2. Desligue a luz e os aparelhos elétricos se já não está a utilizá-los



Não deixe as luzes da sua casa acesas quando não precisar mais da sua iluminação. O mesmo vale para os aparelhos elétricos, como aquecedores, ar condicionado, impressoras e computadores. Desligue-os e desconecte-os da fonte de alimentação e evite deixá-los em standby, caso contrário continuarão a consumir energia. Esta simples prática não só beneficia o meio ambiente, como também o ajuda a poupar energia.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

3. Lave e seque a roupa e a loiça eficientemente



As máquinas de lavar e secar a roupa e de lavar a loiça são dos eletrodomésticos que mais consomem energia na sua casa, uma vez que são, igualmente, dos mais utilizados. Previamente a iniciar um ciclo de lavagem de roupa, certifique-se de que a sua máquina está cheia. Se possível, lave a roupa num ciclo curto e em água fria, o que lhe vai permitir poupar cerca de 150 euros anualmente. Quando a lavagem terminar, evite ao máximo secar a roupa na máquina e estenda-a no exterior, seja na varanda, no quintal ou até mesmo numa marquise, nas horas de maior calor. Caso não tenha outra opção se não a de utilizar máquina de secar, procure uma com um certificado energético desde A+. À semelhança da lavagem da roupa, a máquina da loiça também só deve ser acionada quando estiver completa e lavar num ciclo económico.

[media] => )

3. Lave e seque a roupa e a loiça eficientemente



As máquinas de lavar e secar a roupa e de lavar a loiça são dos eletrodomésticos que mais consomem energia na sua casa, uma vez que são, igualmente, dos mais utilizados. Previamente a iniciar um ciclo de lavagem de roupa, certifique-se de que a sua máquina está cheia. Se possível, lave a roupa num ciclo curto e em água fria, o que lhe vai permitir poupar cerca de 150 euros anualmente. Quando a lavagem terminar, evite ao máximo secar a roupa na máquina e estenda-a no exterior, seja na varanda, no quintal ou até mesmo numa marquise, nas horas de maior calor. Caso não tenha outra opção se não a de utilizar máquina de secar, procure uma com um certificado energético desde A+. À semelhança da lavagem da roupa, a máquina da loiça também só deve ser acionada quando estiver completa e lavar num ciclo económico.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

4. Cozinhe eficientemente



Sempre que utilizar o fogão, tape as panelas e os tachos para que o tempo de cozedura seja reduzido. Evite cozinhar todos os dias e tente planear as suas refeições para os dias seguintes. Aqueça as sobras no micro-ondas, que consome muito menos energia que o fogão ou o forno. Desta forma, não só poupa na fatura da eletricidade, como economiza tempo que pode despender para descansar, brincar com os seus filhos ou no seu passatempo preferido.

[media] => )

4. Cozinhe eficientemente



Sempre que utilizar o fogão, tape as panelas e os tachos para que o tempo de cozedura seja reduzido. Evite cozinhar todos os dias e tente planear as suas refeições para os dias seguintes. Aqueça as sobras no micro-ondas, que consome muito menos energia que o fogão ou o forno. Desta forma, não só poupa na fatura da eletricidade, como economiza tempo que pode despender para descansar, brincar com os seus filhos ou no seu passatempo preferido.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

5. Não se esqueça do seu frigorífico



Controle a temperatura e o estado do seu frigorífico. A temperatura ideal de um frigorífico está entre os 4 e os 5 graus Celsius e a do congelador é de -15 a -18 graus Celsius. Verifique ainda se as portas fecham bem e de que não há rachas que deixem o ar frio escapar. Se possui um outro frigorífico ou congelador, ligue-os apenas quando os vai, de facto, utilizar.

[media] => )

5. Não se esqueça do seu frigorífico



Controle a temperatura e o estado do seu frigorífico. A temperatura ideal de um frigorífico está entre os 4 e os 5 graus Celsius e a do congelador é de -15 a -18 graus Celsius. Verifique ainda se as portas fecham bem e de que não há rachas que deixem o ar frio escapar. Se possui um outro frigorífico ou congelador, ligue-os apenas quando os vai, de facto, utilizar.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

6. Mantenha as portas fechadas e os cortinados corridos



Tanto na época mais quente como mais fria do ano, é importante que feche as portas e os cortinados das áreas do seu lar que não está a usufruir. Ao fazê-lo está a permitir que o calor ou o fresco se mantenha nessas divisões e que a temperatura desejada não se altere drasticamente. Além dos cortinados, as persianas e os estores também são uma excelente forma de vedar bem as janelas para que o ar fresco ou quente não desapareçam.

[media] => )

6. Mantenha as portas fechadas e os cortinados corridos



Tanto na época mais quente como mais fria do ano, é importante que feche as portas e os cortinados das áreas do seu lar que não está a usufruir. Ao fazê-lo está a permitir que o calor ou o fresco se mantenha nessas divisões e que a temperatura desejada não se altere drasticamente. Além dos cortinados, as persianas e os estores também são uma excelente forma de vedar bem as janelas para que o ar fresco ou quente não desapareçam.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => 

7. Poupe energia com painéis solares



Pode parecer (e, por vezes, é) um grande investimento, mas os painéis solares são uma excelente solução que compensa bastante a longo prazo e que, no final das contas, sai muito mais barato do que os sistemas tradicionais de eletricidade. A energia solar captada pelos painéis pode ser utilizada na sua casa inteira, desde a tomada à qual está ligada a sua torradeira até ao aquecimento central e de águas. O governo português tem vindo a oferecer incentivos monetários a quem adota este sistema, como o Fundo Ambiental, fechado no ano passado, por exemplo, que subsidiava a instalação de painéis até 1.100€. Adicionalmente, existem empresas, como a Bling Energy, que oferecem a opção de instalar este tipo de soluções solares , sem qualquer investimento inicial por parte do cliente, permitindo-lhe começar a poupar desde o primeiro dia.


Agora que já conhece algumas das práticas que pode aplicar no seu quotidiano para poupar energia, dinheiro e tempo, não há motivo para não seguir as sugestões da Bling Energy e tornar o seu lar mais sustentável para o planeta e para a sua vida.

[media] => )

7. Poupe energia com painéis solares



Pode parecer (e, por vezes, é) um grande investimento, mas os painéis solares são uma excelente solução que compensa bastante a longo prazo e que, no final das contas, sai muito mais barato do que os sistemas tradicionais de eletricidade. A energia solar captada pelos painéis pode ser utilizada na sua casa inteira, desde a tomada à qual está ligada a sua torradeira até ao aquecimento central e de águas. O governo português tem vindo a oferecer incentivos monetários a quem adota este sistema, como o Fundo Ambiental, fechado no ano passado, por exemplo, que subsidiava a instalação de painéis até 1.100€. Adicionalmente, existem empresas, como a Bling Energy, que oferecem a opção de instalar este tipo de soluções solares , sem qualquer investimento inicial por parte do cliente, permitindo-lhe começar a poupar desde o primeiro dia.


Agora que já conhece algumas das práticas que pode aplicar no seu quotidiano para poupar energia, dinheiro e tempo, não há motivo para não seguir as sugestões da Bling Energy e tornar o seu lar mais sustentável para o planeta e para a sua vida.

            Array
(
    [type] => Texto
    [content] => Adaptado de Sapo Lifestyle
    [media] => 
)
    
Quais os modos de carregamento de veículos elétricos que existem?
Sustentabilidade
Quais os modos de carregamento de veículos elétricos que existem?

Um número crescente de fabricantes produz e lança novos modelos de veículos elétricos. A compra destes automóveis é altamente incentivada, uma vez que contribuem para a sustentabilidade do planeta. Se já tinha este assunto em mente e está a ponderar investir num carro elétrico, descubra neste artigo tudo sobre como pode carregá-lo.

Sabe como a energia solar o pode ajudar?
Energia
Sabe como a energia solar o pode ajudar?

Já se questionou como um raio de sol pode ajudar a reduzir a sua fatura de eletricidade? Seja então bem-vindo ao fascinante mundo da energia solar. Mesmo que já tenha ouvido falar deste recurso, há muito mais para descobrir.

Qual o melhor equipamento para aquecer a casa?
Sustentabilidade
Qual o melhor equipamento para aquecer a casa?

No mercado, são várias as opções de equipamentos que se encontram disponíveis para mitigar em casa o efeito das temperaturas baixas nos meses mais frios: esquentadores, termoacumuladores, caldeiras e bombas de calor. Saiba qual a compra indicada para si.

Como manter a casa aquecida no inverno?
Sustentabilidade
Como manter a casa aquecida no inverno?

É no inverno que consumimos mais eletricidade para, maioritariamente, nos aquecermos. Em consequência sobe também o valor da fatura no final do mês. Porém, existem formas de reter o calor e aquecer a casa nesta altura do ano que não o levam à bancarrota.

Conheça os diferentes tipos de painéis solares
Paineis Solares
Conheça os diferentes tipos de painéis solares

A procura dos portugueses pela instalação de painéis solares nas suas casas tem vindo a crescer significativamente. Trata-se de sistemas que utilizam a luz do sol para fornecer energia e que prometem gerar poupanças avultadas na fatura da eletricidade.

estrela bling